Afro – Corpo em Diáspora

DANÇA

As aulas não acontecem agora em fevereiro. Novas informações a partir de março, solicitamos que entre em contato.

Traz como proposta a abordagem das corporeidades afro diaspóricas enquanto fundamentos para a experiência brasileira. O foco de pesquisa das professoras é a África do Oeste e as reverberações atlânticas que sugerem técnica e estéticas.

As aulas valorizam o autoconhecimento e a percepção da potência coletiva. Coordenação, tonicidade, força, agilidade, ampliação da capacidade criativa e da memória são alguns dos benefícios oferecidos, que somados à liberdade com consciência delineiam a estrutura das aulas.

O acompanhamento musical ao vivo enriquece e acentua a ligação necessária e múltipla entre o corpo que dança e a música tocada.

Proposta pedagógica: “Corpo em diáspora” – Proposta que associa fundamentos simbólicos, poéticos e de motricidade para a organização do corpo e para o incentivo de formas descolonizadas de escritas de si. Considerando o corpo como esfera privilegiada de construção de identidades, aprendemos a perceber o gesto dançado a partir do engajamento expressivo do movimento, desenvolvendo autonomia e ampliando nossas formas de reexistir.

créditos das fotos: Paulo Pereira e Vitor Vieira

MÚSICA PERCUSSIVA AO VIVO

LIBERDADE COM CONSCIÊNCIA

PERCEPÇÃO DA POTÊNCIA COLETIVA

PESQUISA ÁFRICA DO OESTE

LIGAÇÃO ENTRE O CORPO E A MÚSICA

AGILIDADE, CRIATIVIDADE, MEMÓRIA

LIGAÇÃO ENTRE O CORPO E A MÚSICA

CORPOREIDADES AFRO DIASPÓRICAS

Professores

Luciane Ramos-Silva

Bailarina e Antropóloga

Bailarina e antropóloga com formação transdisciplinar é doutora em dança e mestre em antropologia pela UNICAMP. Tem especialização em diáspora africana pelo The David C. Driskell Center da Universidade de Maryland. Nos últimos dez anos desenvolveu danças, parcerias e projetos na interface entre corpo, cultura e colonialidade, aprofundando as relações sul-sul entre o Brasil e contextos da África do Oeste, estudando sentidos para um corpo em diáspora. Sua tese de doutorado foi um mergulho nas ideias de colonialidade na dança e nas pedagogias afro-orientadas. Atua como professora de dança na cidade de São Paulo e pelo Brasil afora. Nos últimos três anos foi professora convidada (oferecendo workshops e participando de residências, seminários e conferências) na Duke University, Michigan University, Initierra – Chiapas; Amherst College, Hampshire College, Brown University e Bayreuth University. Algumas obras: Na Fresta da Certeza, o Vermelho Escuro ( 2021); Brita (2022); Olhos nas Costas e um Riso Irônico no Canto da Boca (2018); Ativação para Arqueologia Marítima (Bienal/2014); Gosta de se juntar com gentes para produzir novos mundos.

Valores e Formas de Pagamento

Quantidade Mensal Semestral Avulsa
1x por semana
R$ 250,00
---
R$ 75,00 E experimental
2x por semana
R$ 400,00
---
R$ 75,00 E experimental

Pagamento diretamente com a professora (via PIX ou transferência)

Horários de Aulas

quinta-feira

18h00 às 19h30

Luciane Ramos-Silva

terça-feira

18h00 às 19h30

Janette Santiago

AFRO - CORPO EM DIÁSPORA

Associa fundamentos simbólicos, poéticos e de motricidade para a organização do corpo e para o incentivo de formas descolonizadas de escritas de si. Considerando o corpo como esfera privilegiada de construção de identidades, aprendemos a perceber o gesto dançado a partir do engajamento expressivo do movimento, desenvolvendo autonomia e ampliando nossas formas de reexistir.

VEM FAZER UMA AULA!!!

Saiba mais

Em caso de dúvida e sugestões, agendamento de aulas avulsas e/ou experimental, preencha o formulario abaixo.

Agende sua aula

envie sua mensagem